PRÊMIO PONTUALIDADE ANAPLAB 

 

MANOEL ANTÔNIO MACHADO foi o associado ganhador do Prêmio Pontualidade do último sábado, 28 de março de 2015. O sócio, da cidade de Passo Fundo (RS), foi contemplado por manter as mensalidades da ANAPLAB em dia, e recebeu R$ 1 mil. O número da sorte foi 66.497.


Confira o resultado da extração nº 4957 da Loteria Federal do dia 28/03/2015:

1º Prêmio: 63.487

2º Prêmio: 65.079

3º Prêmio: 43.554

4º Prêmio: 91.016

5º Prêmio: 76.226

 

Sobre o Prêmio Pontualidade.

O Prêmio Pontualidade contempla 01 associado com sorteio de R$ 1 mil no último sábado de cada mês. O valor premiado é recebido integralmente, pois já tem o Imposto de Renda descontado e pago pela ANAPLAB.

 

Como participar.

Para concorrer, basta você manter suas mensalidades em dia para concorrer automaticamente. A ANAPLAB faz, mensalmente, o acompanhamento da extração dos números pela Loteria Federal e divulga o nome do ganhador (a). O número premiado se dá com a união dos 05 primeiros algarismos de cada prêmio sorteado. No caso de não coincidir totalmente, o prêmio é pago ao adimplente cujos cinco primeiros números da matrícula mais se aproximarem da extração da loteria federal, na configuração explanada acima.

 

Gratos.

EQUIPE ANAPLAB

 


 

 INFORMATIVO ANAPLAB 

Assunto:

AÇÃO CIVIL PÚBLICA 0094827-35.1999.8.19.0001 ? ABONO

"A FAABB ESCLARECE

Não procede a execução de sentença definida nos autos da Ação Civil Pública de iniciativa da FAABB protocolada em 1999.

Naquele ano reclamávamos a correção de benefícios relativa ao período 1995/1996 e que somavam 20,1%.

No transcorrer do Processo o perito equivocadamente apontou que teríamos direito a um abono de R$ 3.000,00 pagos aos funcionários em atividade e que teria sido negado pela PREVI a aposentados e pensionistas.

A PREVI nos autos agravou dizendo ter feito o pagamento e nem o Tribunal no Rio ou o STJ deram conhecimento de suas alegações.

Somente quando eu anunciei que iríamos colher adesões à execução é que surgiram as evidências de que a PREVI pagou o abono, não na Folha de Pagamento, mas através de crédito em conta. Felizmente colegas de memória melhor do que a minha me alertaram e a pesquisa nos extratos de conta corrente confirmam o pagamento. 

Reitero minhas desculpas, pois assumo a responsabilidade pelo equívoco, ainda que involuntário, eis que agi tomando conhecimento das análises do perito e da sentença transitada em julgado. Isso apenas prova que nossa Justiça nem sempre dá às causas a atenção que merecem. Tivéssemos nós dado entrada com a execução levaríamos aos colegas que a ela aderissem à condenação por litigância de má fé. A divina providência, que segundo o dito popular, tarda mas não falta, me acudiu a tempo de evitar um mal maior do que a justa decepção de todos aqueles que levei a sonhar com um dinheiro extra em tempos tão difíceis.

Às Associações de Aposentados e Pensionistas filiadas à FAABB coloquei meu cargo à disposição se considerarem que a credibilidade da Federação assim o exige. 


Atenciosamente, 
Isa Musa de Noronha"


A ANAPLAB pede desculpas pelos transtornos causados.